Peeling

O peeling é uma das técnicas de clareamento da pele, que utiliza, dentre outras possibilidades, o ácido tricloroacético. É um dos procedimentos de medicina estética capazes de promover a renovação celular, de forma progressiva, estimulando a regeneração natural dos tecidos. O peeling pode ser a laser ou químico, incluindo os peelings de fenol, que são os mais eficazes para o rejuvenescimento facial mais efetivo. São técnicas de bioplastia capazes de estimular a produção de colágeno e elastina, grandes responsáveis pela regeneração celular.

Peeling químico

Ácido retinoico

Utilizado para peeling mais superficial, é o mais indicado para tratamento de estrias e sua aplicação necessita que ele permaneça em contacto com a pele por algumas horas, antes de ser removido.

Ácido tricloroacético

Em uma concentração que varia de 15% a 50%, o peeling médio de ácido tricloroacético é aplicado com um palito envolto em algodão.

Passa-se na pele uma ou mais vezes até atingir um aspeto branco uniforme, denominado Frost II.

Fenol

É o ácido mais forte, utilizado para peeling profundo. Tem como característica principal o maior resultado em termos de manchas e rugas, pelo fato de atingir camadas mais profundas da pele. Por esse motivo, é também o mais perigoso. A sua concentração mais usual é de 88% e na primeira passada já costuma chegar ao Frost II.